Cervejas especiais como atração nas ceias das festas de fim do ano

Cervejas especiais como atração nas ceias das festas de fim do ano

Em alta no mercado, as cervejas especiais chegam também às festas de natal e reveillon. A harmonização da bebida com a variedade de pratos assegura o atendimento aos mais diversos paladares. O casamento deve ser realizado de acordo com a intensidade dos sabores, com combinações que podem se dar por meio da semelhança ou do contraste, o que permite complementar ou criar novos sabores durante a degustação.

Tradição nos países cervejeiros, principalmente na Europa, a harmonização de cervejas com as comidas natalinas também é possível de se fazer no Brasil. Com base nas cervejas especiais do Grupo Petrópolis, sugerimos uma base para a harmonização. Para acompanhar as frutas secas e o mix de castanhas da ceia natalina, uma boa opção é a Petra Weiss Bier, tradicional cerveja clara de trigo, com sabor suave e aroma de especiarias, que a torna uma cerveja refrescante.  

Já petiscos não condimentados e saladas de folhas, que muitas vezes marcam o início da refeição, podem ser harmonizados com dois tipos de cervejas: a Weltenburger Urtyp Hell e a Black Princess Gold. A primeira, tipo pilsen, de sabor forte e agradável, ressalta o sabor amargo dos lúpulos utilizados em sua formulação. Já a segunda, também tipo pilsen, proporciona uma suave sensação de frescor e amargor mais anunciado.

As aves, como chester e peru, sempre presentes nas festas de fim de ano, podem ser acompanhadas por uma cerveja lager, como a Weltenburger Anno 1050. Ela é encorpada e balanceada com toques de lúpulo e tem um sabor adocicado. O tender combina com a Petra Bock, que tem uma maior presença de malte, deixando sua cor mais avermelhada. Já frutos do mar e peixes, como o bacalhau, podem ser acompanhados por dois tipos de cervejas: a Petra WeissBier ou a Petra Stark Bier. A Stark é mais encorpada e com sabor amargo intenso, além de ter um alto teor alcoólico (8,2%).

Na hora da sobremesa, os doces com chocolate e nozes harmonizam muito bem com cervejas escuras, com sabores torrados que lembram café e chocolate, como a Black Princess e a Petra Schwarzbier.

 

As cervejas especiais - A Weltenburger Kloster Anno 1050, cerveja de mosteiro mais antiga do mundo, tem quase mil anos. Faz parte de uma linha alto padrão, fruto da parceria com a marca alemã Weltenburger, localizada na região produtora de cervejas mais tradicional do planeta, a Baviera. Desde 2010, o Grupo Petrópolis, produz quatro tipos de cerveja da linha na fábrica de Teresópolis, onde o sabor típico das cervejas alemãs é preservado, com receita e matéria-prima iguais às utilizadas no mosteiro.

São quatro tipos: a Barock Dunkel (cerveja puro malte escura tipo abadia), a Anno 1050 (cerveja tipo lager clássica, tipo Märzenbier), Weltenburger Kloster Urtyp Hell (uma cerveja de coloração amarelo ouro de sabor encorpado) e Weltenburger Kloster Hefe-Weißbier Dunkel (uma cerveja escura de trigo).

A Linha Petra começou a ser produzida na versão escura premium nos anos 1990. Depois outras cinco versões foram desenvolvidas – Aurum, Schwarzbier, Bock,  Weiss Bier e Stark Bier – todas com ingredientes diferenciados, para um público exigente, que costuma apreciar a bebida como parte de uma experiência gastronômica, acompanhada de pratos e aperitivos sofisticados. 

Já a Black Princess é uma verdadeira pérola do período imperial. Era a cerveja escura mais consumida no Rio de Janeiro nos tempos da corte.  As primeiras garrafas de Black Princess foram fabricadas em 1882 pela Cervejaria Princesa, cuja fábrica foi inaugurada pelo imperador Dom Pedro II. Black Princess é escura, suave, com baixo teor de fermentação. O Grupo Petrópolis ampliou a linha com a Black Princess Gold, uma cerveja pilsen especial, de teor alcoólico médio baixo, com um acentuado aroma floral do lúpulo.

 

Sobre o Grupo Petrópolis - O Grupo Petrópolis é atualmente o segundo no ranking das cervejarias do Brasil e tem capital 100% nacional. Produz as marcas de cerveja Crystal, Lokal, Itaipava, Black Princess, Petra, Weltenburger e Miller, os energéticos TNT Energy Drink e Magneto, o isotônico Ironage, as vodkas Blue Spirit Ice e Nordka e a água Petra. Com sete fábricas em operação, o Grupo é responsável pela geração de aproximadamente 26 mil empregos diretos. Por meio do projeto AMA, promove plantio e manutenção de milhares de árvores, além de ações de sustentabilidade e programa de educação ambiental para escolas municipais.