Revista RioGourmet - O Guia Gastronômico da Cidade

Aguarde, carregando...

Mestre churrasqueiro José Pedro dá dicas de como preparar um bom churrasco

Mestre churrasqueiro José Pedro dá dicas de como preparar um bom churrasco
Redação Rio Gourmet
Por: Redação Rio Gourmet
Dia 18/11/2019 15h14

Conheça os melhores cortes de carnes e as diferentes técnicas com expert.

Mestre churrasqueiro José Pedro dá dicas de como preparar um bom churrasco

Nascido em Nova Bréscia, pequena cidade localizada na serra gaúcha - conhecida por ser a terra do churrasqueiro -, José Pedro iniciou sua paixão por churrasco aos 12 anos. Ainda novo, juntou dinheiro e saiu de casa para correr atrás dos seus sonhos. Todo seu aprendizado como churrasqueiro foi aperfeiçoado na prática do dia a dia, visitando e trabalhando em excelentes restaurantes e churrascarias. 

O trabalho lhe rendeu algumas viagens que contribuíram para sua trajetória. José já visitou diversos estados do Brasil e países da América Latina. Com 42 anos de carreira e desde 1991 na Lago Sul Churrascaria, em Petrópolis, o especialista possui vasto conhecimento na área, conhecendo e lidando com cortes argentinos, uruguaios e, claro, os nacionais. 

De acordo com o especialista, os melhores cortes para fazer churrasco são os da raça angus, por serem mais macios e com um marmoreio diferenciado. Os principais são: Prime Rib, Short Ribs, Beef Ancho ou Filé de Costela,  Maminha Angus e a Costela Bovina. Outros bons cortes: a paleta de cordeiro Uruguaia e, claro, a carne preferida dos brasileiros: a picanha. Segundo o expert, além da versão tradicional, uma boa dica é apostar na picanha nobre (corte central), por ser ainda mais suculenta e o ideal é trabalhar com carnes resfriadas e não congeladas. 

Depois de escolher o corte certo, é necessário pensar na quantidade de pessoas que vai consumir o churrasco, para não correr o risco de ninguém sair insatisfeito ou haver desperdício, José Pedro afirma que o ideal para uma pessoa é de 400g a 450g para um churrasco em casa. Além disso, o especialista explica que a hora de temperar a carne faz toda a diferença para o resultado final. Se os cortes vão ser feitos na grelha, é necessário colocar uma quantidade de sal grosso reforçado nos maiores pedaços. Depois, quando eles estiverem assados, é preciso bater bem, para retirar o excesso.

Mestre churrasqueiro José Pedro dá dicas de como preparar um bom churrasco

Já se você optar pela carne no espeto, a dica é colocar um pouco de sal grosso em todo o corte uniformemente, e, em volta do mesmo, adicionar mais um pouco nas partes que foram cortadas, antes de levar à brasa. Para deixar ainda mais saboroso, além de usar o sal, o segredo do expert é temperar o baby beef com chimichurri ou mostarda, a maminha angus com pimenta e a picanha, o bife de chorizo e o contra filé argentino com alho. 

Outra dica importante é não entrar no fogo com a carne gelada, sempre que possível, é legal deixar o corte “perder o frio” por 15 minutos. Com isso, você consegue selar mais rápido, não deixando a peça desidratar. Deixar a carne “descansar” por 10 minutos antes de servir faz com que a mesma sobressaia a cor rosada do grelhado. 

Mestre churrasqueiro José Pedro dá dicas de como preparar um bom churrasco

Na hora de assar, o mais recomendado é o carvão de eucalipto sem umidade para não passar fumaça para a carne. 

“Os cortes especiais levam de 20 a 25 minutos para ficar no ponto certo. Mas há exceções, uma costela de boi demora de 3h30 a 4 horas para ficar boa no fogo lento, pois é um corte bem maior. Ah, e outra dica importante: a carne não pode ficar muito próxima da brasa e nem o fogo com as labaredas muito altas, senão agride o corte. E também não pode ficar jogando água para apagar, se precisar, tem que afastar a carne e assar só no calor”, finaliza José.

 

 

Veja também:

Confira mais artigos relacionados e obtenha ainda mais dicas do mundo gastronômico.