Revista RioGourmet - O Guia Gastronômico da Cidade

Aguarde, carregando...

Semana Santa 2017: Destinos para o feriado da Páscoa

Semana Santa 2017: Destinos para o feriado da Páscoa
Redação Rio Gourmet
Por: Redação Rio Gourmet
Dia 28/03/2017 18h01

Passada a folia do Carnaval, é hora de planejar a viagem do feriado da Semana Santa. O feriado prolongado é perfeito para investir em um destino diferente, seja para quem tem um espírito aventureiro ou para quem prefere mesmo aproveitar a folga para relaxar.

Confira abaixo 8 destinos no Brasil, ideais para o feriado da Páscoa.

Ilha Bela (São Paulo)

 

É um dos destinos preferidos no litoral norte de São Paulo. Ilha Bela é perfeita para quem quer passar o feriado da Semana Santa relaxando na praia. O local conta com mais de 40 praias à disposição, todas com águas cristalinas e paisagem deslumbrante com montanhas ao fundo.

Para os amantes de aventura, também é o destino ideal já que muitos dos locais mais interessantes de Ilhabela precisam ser “desbravados”. Quem quiser chegar nas praias mais belas da costa sul, terá que avançar  por quilômetros de trilhas de Mata Atlântica. A recompensa, porém, é completa, com pontos praticamente desertos e natureza incomparável.

 

Gramado (Rio Grande do Sul)

O destino mais que apropriado para passar o feriado da Páscoa: a terra dos chocolates mais famosos do Brasil. Localizada na Serra Gaúcha, a agradável cidade de Gramado, é lar de charmosas construções em estilo europeu, ótimos vinhos, museus curiosos e hortênsias que colorem a paisagem da cidade.

Na Páscoa, a terra do chocolate fica ainda mais atrativa, com ruas e lojas enfeitadas com cenouras, ovos e coelhos gigantes. A principal atração por lá é o Mundo de Chocolate, o primeiro parque temática do gênero nas Américas. São mais de 200 peças, estátuas e réplicas de monumentos famosos (Torre Eiffel, Casa Branca etc.), confeccionados com puro chocolate. Para quem curte degustar chocolates com um bom vinho, a dica é fazer um passeio no Vale dos Vinhedos.

 

Campos do Jordão (São Paulo)

 

Conhecida como a “Suíça brasileira”, Campos do Jordão esbanja charme com sua arquitetura de ares europeus e espetaculares paisagens naturais, à sombra da Serra da Mantiqueira. Dentre as muitas atrações da cidade estão, subir de teleférico ao alto do Morro do Elefante, ou passear de trem até Santo Antônio do Pinhal. Durante o período de Páscoa, fica difícil resistir à tentação dos deliciosos chocolates produzidos nas fábricas artesanais da região – uma excelente pedida para o domingo de Páscoa!

 

 

 

Cidades Históricas Mineiras

Milhares de fiéis celebram a Semana Santa nas cidades históricas de Minas Gerais. Eles renovam os votos de fé e agradecem as graças atendidas ao longo do ano.

Ouro Preto

 

Situada na região Central do estado, a cidade se veste de cores nas janelas dos casarões para a celebração da paixão e morte de Cristo. Os moradores trabalham na produção da serragem que será utilizada para fazer os tapetes que enfeitam a procissão da ressurreição, realizada no domingo de Páscoa. Tais serragens vêm de diferentes cidades da região e são tingidas de oito cores diferentes.

A procissão do domingo de Páscoa percorre cerca de três quilômetros e é um dos eventos mais esperados por moradores e turistas. 

 

 

 

 

Sabará

Na região Metropolitana de Belo Horizonte, uma tradição de mais de 300 anos reúne católicos. As imagens e as paredes da centenária igreja de São Francisco foram cobertas, nesta quinta, em sinal de respeito. Em um momento solene, o som das matracas anunciou que o sepulcro foi aberto. Em fila, os fieis se aproximam da imagem de Cristo para fazer agradecimentos e orações. Com toda fé, os católicos carregaram ramos de manjericão e fazem a tradicional troca das moedas, que simboliza prosperidade

 

 

 

São Miguel das Missões (Rio Grande do Sul)

Localizado no noroeste do Rio Grande do Sul, e quase na fronteira com a Argentina, São Miguel das Missões é um dos Patrimônios Histórico-Culturais da Humanidade no Brasil. Na cidade encontra-se o Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo, contendo o que sobrou das construções históricas que, no século 16, serviram para abrigar padres jesuítas durante a catequização de milhares de índios guaranis.

Todas as noites, as majestosas ruínas se iluminam e o espetáculo Som e Luz narra a história do lugar por quase uma hora. O local conta ainda com o Museu das Missões, que imita uma habitação indígena e abriga estátuas de imagens sacras feitas pelos índios guaranis.

Próximo dali, também se encontram as ruínas de outras três missões, que compõem os chamados Sete Povos das Missões.

 

Nova Jerusalém (Pernambuco)

Situado no agreste de Pernambuco, e considerado o maior teatro ao ar livre do mundo, Nova Jerusalém é o lar da mais tradicional e grandiosa representação da Paixão de Cristo no Brasil.

É uma superprodução que conta com nove palcos, fazendo com que o público se movimente durante a peça, diversos efeitos especiais e cerca de 550 atores e figurantes. A peça, com duração de duas horas, é encenada em uma espécie de cidade-teatro, cercada por imensas muralhas de pedra e conta a história desde o sermão da montanha até a crucificação, ressurreição e ascensão de Jesus.

 

 

 

Pomerode (Santa Catarina)

 

No fim de semana que antecede a Páscoa, a cidade que fica na região de Blumenau, vira palco da Osterfest – traduzindo “Festa de Páscoa”. O evento tem como atividades, brincadeiras, exposição de coelhos e uma feira de artesanato; mas sua marca registrada é a tradição alemã de usar ovos pintados na decoração de árvores de galhos secos – conhecidas como ‘osterbaums’.

Toda cidade é enfeitada devido ao costume, que passa de geração para geração. Cascas de ovos de galinha, marreco ou pato são pintados e secos ao sol. Os galhos secos da árvore simbolizam a tristeza pela morte de Cristo, enquanto as cascas coloridas dos ovos lembram a alegria da ressurreição. 

Veja também:

Confira mais artigos relacionados e obtenha ainda mais dicas do mundo gastronômico.